Procura de Beta-Readers para um Romance

Ir em baixo

Procura de Beta-Readers para um Romance

Mensagem por lessthelonely em Sex Fev 16, 2018 6:50 pm

E com Romance, quero eu dizer uma obra (em itálico porque obras para mim são ou de construção ou livros publicado) extensa demais para ser chamada de novela. Contudo, posso já dizer que há romance na história.
Vou tentar seguir todos os pontinhos da lista de indicações para publicar tópicos aqui. Vou começar por tratar de alguns tópicos não tão relacionados com a história:

  • O livro seria para públicos de jovens adultos, mas aceito quaisquer pessoas que o queiram ler. Têm, contudo, de ter mais de 13 anos, o que acho que todos os membros deste fórum têm. Aviso ainda que há uma grande presença de cultura japonesa no livro.
  • Eu faço um apelo a que quem quer que leia seja capaz de poder dar-me a conhecer de erros e de dar-me opiniões, as quais podem ser dadas partindo de um questionário e/ou uma pequena entrevista (máximo 5 perguntas por capítulo) que poderei dar a conhecer por mensagens privadas/e-mail. Os capítulos seriam enviados em formato PDF.
  • Sou capaz de negociar este prazo, mas exijo que seja lido pelo menos 2 capítulos a cada 15 dias. Se lerem mais depressa que isto, melhor! Também poderei enviar um Arco de cada vez, mas gostaria de receber uma reação a cada capítulo.
  • Aviso que qualquer tipo de plágio ou partilha da obra será denunciada.
  • Poderemos falar por algum sítio que não aqui, claramente.


Agora, passemos ao resto da lista de requisitos:

  1. A história é um romance, dividida em dois Arcos de História, o primeiro com 15 capítulos e o segundo com 10 capítulos - ou seja, 25 capítulos no total.
  2. A história possui 335 páginas no momento e mais de 150 mil palavras. A média de páginas por capítulo é 13.
  3. Os géneros em que incluiria a história são Fantasia, RomanceDrama, Mistério, (algum) Suspense
  4. Sinopse: O Yamazaki é o maior e mais prestigiado Colégio do Japão. Akihito  e Ashiro são os novos alunos este ano; vindos de Portugal, querem poder terminar o Ensino Secundário em grande. E, ao mesmo tempo que se tentam adaptar à nova vida longe de casa e aos seus novos colegas, o rapaz vê-se perdido graças a uma nova presença na sua vida, enquanto a rapariga antecipa a chegada do maior evento do ano, o Festival Cultural do 1º Período, que se aproxima a passos largos. No entanto, quando tudo aponta para a luz que emana de uma instituição que no auge do seu funcionamento, algo de inacreditável poderá estar a desenvolver-se nas sombras. Terão os dois amigos feito a pior escolha das suas vidas?



Gostaria de agradecer a quem quer que tenha lido até aqui e espero que encontre aqui pessoas dispostas a ajudar-me! Não posso garantir que vão gostar da história, mas garanto-vos que adorei escrevê-la e não pretendo desiludir-vos!

lessthelonely

Mensagens : 1
Data de inscrição : 16/02/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procura de Beta-Readers para um Romance

Mensagem por Teresa Mendes em Sex Fev 23, 2018 9:28 pm

Alo =) Neste momento estou super ocupada, mas a partir de algures em Março terei disponibilidade para ler a tua história. Eu depois envio-te mensagem quando puder!

_________________
Teresa Mendes
Moderadora
avatar
Teresa Mendes

Mensagens : 52
Data de inscrição : 13/10/2017
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procura de Beta-Readers para um Romance

Mensagem por Rosacrvx em Qui Mar 01, 2018 10:44 am

Tenho mais de 13 anos, felizmente. Infelizmente, também tenho mais do que 19, assim mais a atirar para o dobro... :assobio:

Hoje o meu horóscopo avisava-me sobre pensar duas vezes antes de dar largas à minha honestidade brutal (a sério, dizia isso!) e usar de diplomacia para as pessoas não deixarem de falar-me. Vou tentar, mas não prometo. Razz

Este não é o género que leio. Também não conheço nada da cultura japonesa fora dos filmes de terror japoneses que vejo (sim, vejo-os, em japonês, antes da adaptação de Hollywood) e tenho de ser honesta e confessar que não é uma cultura que me desperte o interesse. (Nem sei porque é que gosto de filmes japoneses, é daquelas contradições que precisavam de mais psicanálise.)
O grupo etário das personagens também não me cativa. Não sou, definitivamente, o público alvo desta história.
Posto tudo isto, estou disposta a ler até 10 mil / 20 mil palavras, consoante achares que é relevante para estabelecer a história. 20 mil palavras não me assustam. Pelo contrário, não me mandes menos do que 10 mil porque tenho verificado que alguns autores começam bem e depois desleixam-se. Se for esse o caso, também vais querer saber. A ajuda que posso oferecer, neste caso, é em termos de escrita em geral: se flui com facilidade, se as personagens estão bem apresentadas e estabelecidas, se os diálogos estão credíveis, etc. Esse tipo de ajuda.
Tendo em conta o tipo de história e as personagens e o género, também não te ajuda (nem a mim, porque também aprendemos a ler os outros) que leia mais do que 20 mil palavras.

Mas deixa-me já começar com alguns conselhos de beta reading, para fazeres com eles o que quiseres.
Não vou pôr paninhos quentes: a sinopse não está interessante. Isto não é grave porque é muito difícil para um autor escrever a sua própria sinopse. Não devia ser o autor a escrevê-la. O autor está demasiado próximo do enredo e das personagens para fazer um resumo que seja ao mesmo tempo apelativo, curto, e sem revelações fulcrais. Eu faço isso muito bem… com o trabalho dos outros. Wink Com o meu trabalho, também estou a ter grandes problemas com a sinopse.
Então, algo me diz que estás a deixar a parte sumarenta de fora. O maior erro das vidas deles? Devias abrir com isso e realçar a ameaça. Da maneira que está, até parece que vais escrever sobre a escola e as aulas e que só muito ao de longe existe uma ameaça. Mas depois terminas com "o maior erro das vidas deles", o que é dramático. Conselho: salienta o dramático na sinopse, a razão pela qual as pessoas vão querer ler a história.

Quanto ao que pedes de um beta reader, compreendo o receio de receber respostas como "gostei", "não gostei" ou resposta nenhuma, mas pessoas que dão essas respostas não estão a fazer beta reading. Por causa deste tipo de respostas, muita gente acha tentadora a ideia de um questionário. Do que tenho lido de outros autores que têm beta readers, e eu concordo, um questionário é uma péssima ideia. E é uma péssima ideia por várias razões:
1ª razão: parece trabalho. O beta reading é voluntário e não é remunerado; ninguém deve ser obrigado a fazer nada, nem é produtivo que o seja. Quanto mais trabalho parece a exigência do autor menos vontade as pessoas têm de se oferecer como beta readers.
2ª razão: a maior parte dos nossos problemas na escrita são problemas que não sabemos que temos, ou não os teríamos. Deixar o beta reader expressar o que não resultou para ele, sem fazer perguntas prévias, é a melhor maneira de perceber o que o incomoda. As perguntas prévias são uma maneira péssima de influenciar o beta reader. É humano: se fazes perguntas, as pessoas vão pôr-se à procura das respostas. Em vez de prestarem atenção a outras coisas que até podem ser mais importantes. E o autor não quer isso. O autor quer que lhe digam o que saltou imediatamente à vista. Se o beta reader concorda em responder às cinco perguntas, se calhar já não tem tanta vontade de dizer o que realmente queria dizer. É mesmo um risco que valha a pena correr? Acho que não, com a agravante de que estes questionários costumam ser enviados previamente à leitura, o que vai influenciar a leitura e enviesá-la no sentido das perguntas. Sugestão: deixa a pessoa expressar-se livremente. Se, depois disso, ainda tiveres perguntas, coloca então as perguntas específicas. Assim, já não corres o risco de influenciar a leitura com as perguntas. (E nunca as envies antes da leitura, conselho de amiga!)

Em relação aos prazos que exiges, coloco outra questão: preferes respostas rápidas ou respostas boas? O beta reading exige tempo e dedicação. O que também implica tempo para pensar nas respostas e exprimi-las da melhor maneira possível.
Por exemplo, já li este teu post há uma semana, mais ou menos, não me lembro, mas não tive tempo de responder com tudo o que queria responder.
Nem toda a gente tem o mesmo tempo livre e disponibilidade mental para responder/comentar coerentemente. Rápido não significa bom. Conselho: dá tempo às pessoas para responderem ao seu ritmo. Não é por exigires que as pessoas vão responder em 15 dias. Eventualmente, esperemos que não aqui, mas eventualmente, há quem peça para ler e nunca mais se digne de responder, com ou sem prazo. Não faz mal, também não precisas de "ajudas" dessas. É muito frustrante e já me aconteceu, mas estabelecer prazos não protege ninguém disso.
Eu, pessoalmente, só aceito prazos de quem me paga. Razz
A minha rapidez a fazer beta reading depende mais do manuscrito do que de mim. Quanto pior o manuscrito, mais tempo me vai tomar. Uma frase pode merecer-me logo 10 comentários, 10 comentários que vão demorar-me tempo não remunerado a escrever. Só estou a dizer para se pensar no assunto.
Como autora, agradeço encarecidamente a alguém que se disponha a comentar o meu manuscrito, nem que lhe leve dois anos. A não ser que a publicação se imponha antes, nesse caso o autor vai mesmo de precisar de beta readers rápidos e/ou de um revisor profissional.

O que me leva ao próximo ponto. Posso parar de ler se:
1, o português e/ou a escrita estiverem a um nível tão insuficiente que obrigue a corrigir frase a frase (o que não faço) ou se os comentários se começarem a repetir;
2, se a história não me for apelativa, o que explicarei (ao contrário do primeiro ponto, este pode não ser problema do autor mas apenas uma questão de gosto pessoal)

Nunca deixei de comentar um manuscrito que me tenha sido enviado. Vou mandar-te o meu email por mensagem privada caso queiras considerar. Não prometo mais do que o meu melhor consoante o manuscrito. Não me comprometo com prazos. Peço por tudo que não me mandes as perguntas antes de eu ler e comentar. Depois, então, podes mandar as perguntas. Se não tiver já respondido nos meus comentários, farei o melhor para lhes responder.
Os meus comentários são feitos num documento Word à medida que for lendo. É a maneira mais rápida e eficiente que funciona melhor comigo. Os outros pormenores irei explicando à medida que for sendo necessário.

Quanto à entrevista, espero que não! Acho que até já falei demais, e também tens dois blogs meus para leres muito sobre mim. Acho que chega! Wink

Este longo post, espero, também vai servir para outros interessados em beta reading. Se me alonguei, também foi por essa razão. A vida é curta, o tempo ainda é mais curto. Smile

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Meus blogs:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Rosacrvx

Mensagens : 58
Data de inscrição : 03/11/2017
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://gotikka.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Procura de Beta-Readers para um Romance

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum